50.ª Colheita em Dador em Paragem Cardiocirculatória no Centro Hospitalar Universitário de S. João, EPE

Em 2016, o Centro Hospitalar Universitário de S. João (CHUSJ, EPE) viu ser implementado um projeto-piloto de colheita de órgãos provenientes de dador em paragem cardiocirculatória não controlada, cujo sucesso ao longo destes anos, constitui uma alternativa e/ou complemento às medidas que visam o aumento do potencial da atividade de doação de órgãos em Portugal e, por conseguinte, a sustentabilidade dos programas de transplantação, com consequente diminuição do número de dadores em lista de espera para transplante.

Recentemente, no passado mês de maio, realizou-se, na referida instituição, a quinquagésima colheita de órgãos em dador em paragem cardiocirculatória, após a integração na sua atividade deste tipo de colheita de órgãos (Despacho n.º 9063/2017,de 13 de outubro).

No sítio do CHUSJ, EPE, o Sr. Prof. Gerardo Oliveira, Diretor do Gabinete Coordenador de Colheita e Transplantação, refere que “O CHUSJ é o único centro com este programa em operacionalidade completa em Portugal e em termos europeus, este programa destaca-se pela sua dimensão. Trata-se de um elevado desempenho, de natureza totalmente imprevisível e de elevada complexidade e exigência (…) que conta com “(…) uma vasta equipa de profissionais alinhados em cumprir o objetivo de concretizar a colheita, bem como o transplante de órgãos”.

 

   Fonte: http://portal-chsj.min-saude.pt

Loading...
Loading...